Por que é tão importante revisar seu livro antes da publicação?

Após finalizar o primeiro livro, muitos autores não sabem como prosseguir ou o que acontece ao submeterem o original a um processo de edição. Como dito no texto anterior, a preparação textual é primeira etapa de um processo de editoração completo.

Nela, o objetivo é identificar e eliminar contradições, repetições, fragmentos excessivos (dispensáveis e que empobrecem o texto), inverossimilhanças (situações e fatos que não correspondem à realidade), etc. adequando-o ao tipo de texto proposto. Uma vez que o material passa por esse processo de “enxugamento”, a etapa seguinte é a revisão textual.

É nela que a profissional amplia o olhar sobre os pormenores: observa e corrige desvios gramaticais, adequando o texto à norma cultura ou ao estilo adotado pelo autor. É nessa etapa que também acontece a padronização de sinalizações dentro do texto.

Vejamos um exemplo a seguir:

— Eu não quero mais saber de você. – disse ela.
Lúcia desceu a escadaria e abriu a porta, dando uma última olhada para ele, que estava parado, fitando-a com uma expressão intraduzível no topo dos degraus. Deu as costas e bateu a porta.
“Tanto tempo pra ser tratada desse jeito com tamanho desrespeito?! Ah, eu mereço mais.” pensava.
Que desgraçado! — ela não parava de matutar.
E então, esbarrou em alguém.
“Oi, não te vi. Desculpe” disse ela para o rapaz da mesma idade.

Em um só trecho, usei várias formas de sinalizar pensamentos e frases sem qualquer padronização entre si. O mesmo com maiúsculas e minúsculas. Por mais interessante que seja a história, pegar um texto assim é desanimador e confuso, uma vez que gastamos tempo e energia tentando deduzir quem falou o que, se era pensamento ou fala, certo?

Então vejamos como fica esse mesmo trecho revisado:

— Eu não quero mais saber de você — disse ela.
Lúcia desceu a escadaria e abriu a porta, dando uma última olhada para ele, que estava parado, fitando-a com uma expressão intraduzível no topo dos degraus. Deu as costas e saiu.
Que desgraçado! Tanto tempo pra ser tratada desse jeito com tamanho desrespeito?! Ah, eu mereço mais. — Não parava de matutar.
E então, esbarrou em alguém.
— Oi, não te vi. Desculpe — disse ela para o rapaz da mesma idade.

Vale ressaltar que o contexto é fator determinante para a tomada de decisões na revisão: se um romance tem como objetivo apresentar neologismos (criações de palavras) e exaltar expressões, gírias e palavras relacionadas à região em que a obra se originou, por exemplo, a profissional deverá respeitar a autenticidade do texto. 

A quantidade de tempo gasta para esse serviço, assim como o valor, também varia: se o material é extenso ou o cliente está com pressa, a tendência é que haja aumento no orçamento. Se são poucas laudas ou há maior quantidade de tempo, o valor do serviço diminui.

Você já submeteu alguma produção à revisão textual? Tinha ou tem uma visão diferente sobre esse trabalho? Compartilhe com a gente! (:

Publicado por Ana Itagiba

Sou editora, revisora e mentora literária formada em Letras pela UFG. Também atuo como produtora cultural e de conteúdo para web. Autora das dramaturgias publicadas Patético Oásis e O experimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: